Cronicas e reflexões

CONEXÃO SEM LIMITES

http://www.penhacronicasboselli.com/

Publicado por Cronicas/poesias/reflexões em Sexta-feira, 1 de março de 2019

sábado, 4 de abril de 2015

SUGADA NO ASTRAL

Seis e trinta da tarde e eu já estava de banho tomado e pijama. Sete da noite e eu ja estava de lanche tomado,dente escovado e na cama : largada,sem energia,como que tivesse sido energéticamente sugada de canudinho no astral. Affe…tudo que eu precisava era um ramo de flor de laranjeira para bater no corpo e recuperar as forças. Tive a sensação que colocaram um tubo de aspirador de pó perto de mim,e aspiraram toda minha aura. Fui pro quarto e caí na cama que nem gelatina mole ( quando a gente esquece fora da geladeira ).
Parece que só ficou energia mental circulando corpo…affe! que zica…que desânimo.
Nos cursos que fiz por aí,fala-se muito em “vampiros do astral “. Podem ser pessoas desconhecidas,que cruzam na rua com a gente,uma amiga ou mesmo alguém da família. Nesses encontros ( que não precisam ser necessariamente no plano físico ) a pessoa em pensamento nos esvazia energéticamente,e nem tem consciência disso.
Levantei da cama e fui avaliar na minha área de serviço,como estava meu estoque de ervas vivas ( pensei em fazer um chá que me purificasse de tanta prostração ) mas que tristeza…o vasinho de pé de hortelã estava quase seco, só com duas folhinhas penduradas no galho ; o pezinho de maracujá torcido que nem cipó ( de tão seco ) e uma pimenteira mortinha e sequinha,quase reduzida a pó. Ou seja : minhas ervas vivas estavam todas mortas.
Descartei resignada, a fitoenergética como modalidade de cura e passei para a água. De gole em gole,sistematicamente,fui tomando água de cinco em cinco minutos, e mentalizando que água limpa,cura,purifica e traz vida nova ( no meu caso energia ).
Estou melhor ? Estou…já sinto as energias circulando novamente em mim, e o corpo mais vitalizado.
Duro mesmo, é levantar de meia em meia hora pra fazer xixi.


......................................................PenhaBosell*i / maat 2015