Cronicas e reflexões

CONEXÃO SEM LIMITES

http://www.penhacronicasboselli.com/

Publicado por Cronicas/poesias/reflexões em Sexta-feira, 1 de março de 2019

segunda-feira, 27 de junho de 2016

A DANÇA DOS BEIJA FLORES

A DANÇA DOS BEIJA FLORES

Sentada na cadeira da varanda,eu assistia a briga dos pardais.Por entre as folhas verdes de anturios,avencas e samambaias,eu podia ver e escutar as desavenças dos pássaros,que se bicavam sobre a mesa redonda,forrada com frutas e farelos de pão,embaixo da parreira de uva.
De quando em quando saíam voando em briga pelo ar ou eram expulsos do banquete por algum sabiá gordo e mais agressivo.
Até pensei em fotografar a cena,mas estava tão absorta na situação que nada fiz. Optei por continuar silenciosa e comodamente sentada na cadeira.
Rolinhas famintas mas tímidas,também se aventuravam a pousar na mesa farta,mas eram rapidamente expulsas pelo bem te vi de peito amarelo estufado. 
O bebedouro dos beija flores balançava em piruetas. Diversos pássaros se agarravam ao pote de plástico cheio até a borda de uma beberagem vermelha,disputando o néctar de groselha preparado especialmente para os colibris.As aves barulhentas,se achavam no direito de beber o suco dos beija flores : pardais,rolinhas,bem te vis,sabiás etc… e brigavam por isso,quase que despencando o bebedouro do suporte encaixado na telha.As aves,absortas nessa algazarra caótica,não perceberam a chegada dos beija flores.
As avezinhas miudas,coloridas,com bicos ameaçadoramente finos e voando na rapidez de um relâmpago.movimentavam-se no ar com tal destreza que pareciam estar em todos os lados do bebedouro ao mesmo tempo.Atacavam os pássaros em voo reto,com o bico em riste como lança.Pequenos mas perigosos.Os outros pássaros sabiam disso e,cautelosos, foram recuando de fininho. Guiados pelo instinto de que com bico de beija flor não se brinca,fizeram uma retirada prudente,de quem sabe que pode ficar cego ou ter o peito perfurado pelo bico das lindas,coloridas e encantadoras avezinhas.
Sentada na cadeira meditei : ééé…quando se trata de defender território,o pequeno age grande e o resto que se cuide.
Fiquei alí sentada em silencio,encantada,vendo o bebedouro balançar desorientado devido ao movimento dos vitoriosos beija flores,que dançavam alucinadamente ao seu redor.

                                                                             PenhaBoselli*  /  Maat / 2016