Cronicas e reflexões

CONEXÃO SEM LIMITES

http://www.penhacronicasboselli.com/

Publicado por Cronicas/poesias/reflexões em Sexta-feira, 1 de março de 2019

sexta-feira, 24 de abril de 2015

PIC NIC NO PARQUE

O dia estava lindo,era feriado e eu decidi ir ao parque. Talvez conseguisse bons cliques,sobre cenas de paz e tranquilidade,tipo gente pedalando,crianças correndo,adultos em alongamento,times de futebol etc…

Cheguei no parque animadinha e comecei a andar em busca de fotos interessantes,mas ( logo de cara ) pude notar que alguma coisa estava diferente. Eu via muitos grupos espalhados embaixo das arvores,uns mais perto outros mais longes. Alguns casais isolados em busca de privacidade,famílias inteiras de duas e três gerações reunidas em confraternização,turmas de escola e outros grupos ( até freiras vi reunidas alegres e descontraídas embaixo de uma árvore ).

Notei que todos estavam acomodados ao redor de largas toalhas para pic nic :  toalhas ornadas com flores, e salpicadas de comidas,tipo petiscos,bolos,salgadinhos e refrigerantes ou vinho. Foi então que minha ficha caiu. O parque estava cheio de gente fazendo pic nic nas sombras das arvores : confraternizações,encontros,reuniões familiares,namorados apaixonados,e afins.

Que interessante …pensei…tá parecendo que hoje é o dia mundial do pico nic,nunca vi o parque assim antes.
Desviei minha atenção das fotos, para os grupos embaixo das arvores,e comecei a andar aleatoriamente entre eles,curiosa e de maneira disfarçada. Pude notar então,que cada turma curtia o pic nic a sua maneira.

Vi grupos que enfeitaram a toalha pousada no chão com muitas flores,outros enfeitavam também as arvores ( com flores,fitas coloridas e bandeirinhas ) e outros com bexigas.  Mas observei nitidamente que a diferença maior entre os picniqueiros constava no cardápio. Os namorados exibiam vinhos e canapés. As famílias grandes,frango refrigerante,cerveja e cachorro quente. As freirinhas esbanjavam frutas de todo tipo e pão com mel,além de bolo integral. Pessoas mais simples,ou menos preocupadas com comida saudável,mastigavam todo tipo de salgadinhos e muita coca cola.

Fiquei zanzando com a máquina fotográfica nas mãos, sem coragem de fotografar esses momentos  felizes e alheios ( considero pic nic uma vivencia íntima e muito especial na vida das pessoas ) Penso que estaria invadindo sua privacidade se as fotografasse por interesse próprio,pois suponho que a gente não compartilha um pic nic com estranhos,muito menos com fotógrafos.

O parque estava alegre,com gente sorrindo e cantando o tempo todo. O namorado cantando para a namorada,as freirinhas cantando em coro musicas de louvor a Deus,os idosos em família com pandeiro e cavaquinho no embalo de samba raiz,ciganos com fitas coloridas dançando suas danças típicas,e mães cantando cantigas de ninar, para a criança de colo dormir. A energia do parque estava vibrante,contagiante e completamente diferente de outros feriados que andei por lá.

Pensei comigo : o que teria levado tanta gente a fazer pic nic ao mesmo tempo,no mesmo dia,no mesmo parque e no mesmo feriado ?

Coincidência ? Sincronicidade ? Inconsciente coletivo ? Trama do universo ?
Guardei minhas indagações no coração, e em silencio voltei para o carro,não sem antes dar um zoom na máquina e capturar pelo menos uma imagem de um dos felizes grupos de picniqueiros.
Quem sabe eu conseguiria absorver e revelar pela foto,a energia vibrante que pairava no ar ? 

                                                                                           
                                                                                                          *PenhaBosellI* / 2015