Cronicas e reflexões

CONEXÃO SEM LIMITES

http://www.penhacronicasboselli.com/

Publicado por Cronicas/poesias/reflexões em Sexta-feira, 1 de março de 2019

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

E O CARNAVAL ACABOU


Agora que o carnaval acabou,todos os segredos foram revelados. Entre confetes no asfalto,serpentinas enroscadas e fantasias molhadas,os segredos foram revelados. Depois de quatro dias de folias,todos os segredos são desvendados : o amor oculto,a carencia do poeta,a vaidade da passista,o ciúme do amante,o incomformismo das escolas,o bêbado desnorteado e o folião descrente. 
Nada mais está oculto,nem o choro do Pierrot,nem as malandragens do Arlequin,nem a dualidade da Colombina. 
Agora que o carnaval acabou,toda verdade foi revelada : o falso sorriso,as intenções ocultas,o coração impuro,as máscaras caídas,as fantasias rasgadas.

Quais verdades se maquiavam sobre o corpo suado,a mão boba ligeira,o abraço casual e descompromissado ?
 
Agora que o carnaval acabou,todos voltam a ser como eram antes. Cada um no seu espaço, no seu papel de bom cidadão ; porque o carnaval acabou e nada sobrou para ser revelado.Tudo volta a ser como antes na terra de Abrantes,porque em quatro dias de carnaval,tudo já foi mostrado e até os segredos mais comprometedores ( dormentes nas profundezas das almas ) foram desvendados.

Sobraram confetes e serpentinas desbotados pela chuva,e grudados pelo chão. Sobraram fantasias rasgadas,pés machucados,amores ressentidos e foliões cansados. 

Indiferente ao fim do carnaval,a chuva cái ( mansa,contínua,molhada  ) limpando e lavando a cidade de tantos segredos impuros, de tantos amores perdidos,de tantas almas penadas.

                                                                                                 *PenhaBoselli* / 2015