Cronicas e reflexões

CONEXÃO SEM LIMITES

http://www.penhacronicasboselli.com/

Publicado por Cronicas/poesias/reflexões em Sexta-feira, 1 de março de 2019

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

ANDANDO NA CHUVA


Pelo barulho no teto do mercado,imaginei o volume de chuva que estava caindo lá fora. Era muuuuita água. Que bom !
Que Bom ? como voltar para casa a pé,cheia de sacolinhas de compra nas mãos e com uma sombrinha frágil para me proteger?
A chuva caia farta e pesada,com vento forte e desorientado. Olhei para meus pés. Minha alpargata de tecido colorido ( que adoro por sinal ) não aguentaria um quarteirão de calçada encharcada e água suja. O que fazer ? 
Decidi dar um tempo dentro do mercado,fazendo outras coisas,para ver se a chuva diminuía.
Saquei dinheiro no caixa eletronico,fui na farmácia comprar agua boricada,comprei gibis novos na revistaria,fiz mais uma fezinha na lotérica ( vai que…) e…nada da chuva parar.Muito pelo contrário.

Como algumas compras do mercado precisavam de freezer e geladeira,decidi encarar o aguaceiro e voltar para casa.Abri a sombrinha ( faltavam dedos para segurá-la com as sacolas ) e tentei caminhar o mais rápido possível. Não enxergava nada. Era tanto vento e água juntos, que em menos de segundos eu estava molhada da cabeça até os pés. Foi nojento. O quarteirão parecia interminável e as poças de água que atravessei eram sujas e mal cheirosas ( cheiro de xixi misturado com bebida ).

Finalmente quando entrei no prédio ( abri o portão a joelhadas,porque segurança que é bom não apareceu nenhum ) me senti segura. Atravessei a garagem em direção ao elevador e subi ao apartamento, já planejando um bom banho de álcool antes de entrar no chuveiro.
Joguei as alpargatas dentro do tanque e corri para o banheiro com o álcool nas mãos.Passei tanto álcool nos pés que mesmo depois do banho com água e sabão,ainda exalava o cheiro.
 Duas horas depois ( já de noitinha ) minha filha chegou do trabalho. E ao passar por mim fungando o nariz, exclamou :
- O que heim Dona Penha ! já tomou sua cervejinha hoje ? Não esperou nem o jornal da Band ?

Mereço…viu…
Talvez tenha exagerado no banho de álcool…mas foi melhor assim,né ? O seguro morreu de velho. Melhor prevenir do que remediar. Vai que…né…
                                                                                            *PenhaBoselli*
                                                                                                -2015-