Cronicas e reflexões

CONEXÃO SEM LIMITES

http://www.penhacronicasboselli.com/

Publicado por Cronicas/poesias/reflexões em Sexta-feira, 1 de março de 2019

sábado, 18 de julho de 2015

TENTANDO A SORTE

Eu não sabia marcar os números,não sabia quantas vezes podia jogar e não sabia o preço dos jogos. Mas os arcanos haviam me mostrado ( de manhã ) sorte e proteção para transações bancárias.
Entrei na lotérica determinada a arriscar a sorte.
Pacientemente a moça explicava tudo para mim. Mas me olhava como se eu fosse uma tonta.
Conversa vai,conversa vem,decidi jogar no loto fácil e mega sena. Total de R$25,00.
Com voz de fada a mocinha sugeriu que eu levasse um bolão da caixa. Indaguei inocente :
- È muito caro ?
-Tem de dez,quinze,vinte,vinte e cinco..trinta reais,etc...
  Feliz e inocente fiz que sim com a cabeça.Por que não ?
- Dá o bolão de R$10,00.
   Ela puxou o papel e me disse com a voz mais doce do mundo:
- Olha ! Sem querer peguei o bolão de R$15,00.Acho que é com esse que a senhora vai ganhar.
Concordei incontinente. O Tarô mostrara dias auspiciosos na minha vida financeira.
Acabei gastando quase cinquenta reais,mas saí da casa lotérica,feliz e saltitante.Lembrei da minha infancia,quando saía da quitanda do Seu Rafael,com um doce ou pirulito na mão. 

Preferi acreditar na moça da lotérica,do que reconhecer que minha pureza fora manipulada por uma vendedora de sonhos.
Paguei e fui embora,pensando que nada é por acaso, que Deus escreve certo por linhas tortas,e que - se alguém

tem que ganhar - por que não eu ?
Vai que o Tarô está certo...
Vai que a mocinha teve boa fé...
Vai que,pela primeira vez na vida,eu fiz uma leitura correta dos arcanos...

                                                  *PenhaBoselli*
          MAAT / 2012